Após conversa com Temer, Jovair diz que mantém candidatura

Depois de uma reunião de quase duas horas com o presidente Michel Temer no Palácio do Planalto, o líder do PTB na Câmara, Jovair Arantes (PTB-GO), afirmou que não tem intenção de desistir de participar da disputa pela presidência na Casa no próximo dia 2.

Na quarta-feira, 25, após o PSD anunciar apoio à reeleição do atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o deputado Rogério Rosso (PSD-DF) suspendeu a sua campanha e disse que iria esperar uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a legitimidade da candidatura do democrata para tomar uma decisão.

Apesar de afirmar que não tem preferência por nenhum candidato, Temer tem dito a interlocutores que preferia que a base do governo tivesse apenas um candidato, para evitar rachas no Congresso que possam prejudicar a aprovação de reformas, como a da Previdência.

O deputado, porém, negou que ele esteja sendo pressionado a desistir da candidatura diante do favoritismo de Maia. "Fiquei muito feliz porque ele (Temer) nos entusiasmou em relação a nossa candidatura. O presidente não nos disse hora nenhuma que tem preferência ou desejo. Ele disse que não pode se meter e não vai se meter (na campanha) e é assim mesmo que eu vejo", disse.

O líder do PTB também negou que tenha conversado com Temer sobre medidas que poderiam ser tomadas para contemplar o chamado "Centrão" depois da eleição e evitar problemas em votações importantes, caso a vitória de Maia realmente se confirme na próxima semana. "Como vai ser depois? Vai ser da mesma forma, eu sou um construtor, não sou de fazer marola, mas o governo evidentemente tem que ser neutro nessa disputa", afirmou.

Jovair também evitou comentar o fato de um aliado seu, o deputado Alfredo Kaefer (PSL-PR), ter entrado com mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira para tentar barrar a candidatura de Maia. Segundo o Estado apurou, diante do favoritismo de Maia na eleição para a presidência da Câmara, deputados decidiram aumentar a pressão na Justiça para criar dificuldades à recondução do democrata. Kaefer foi um dos deputados que participou da reunião com Temer no Planalto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos