PUBLICIDADE
Topo

Famílias de vítimas de incêndio da Boate Kiss levam caso para OEA

26/01/2017 08h37

Quatro anos após a tragédia, familiares das vítimas do incêndio na Boate Kiss, em Santa Maria, protocolaram na quarta-feira, 25, solicitação de análise do caso na Organização dos Estados Americanos (OEA). O grupo busca responsabilizar o Estado brasileiro por omissão, negligência e descumprimento da lei, uma vez que os órgãos públicos saberiam de problemas no local. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.