Cármen Lúcia agiu corretamente, diz Temer sobre delações da Odebrecht

São Paulo - O presidente Michel Temer afirmou na manhã desta segunda-feira, 30, que a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, "fez o que deveria fazer e, nesse sentido, agiu corretamente" ao homologar as delações dos executivos da Odebrecht. A declaração foi dada em breve coletiva de imprensa após ele participar da inauguração da terceira estação de bombeamento do eixo leste da transposição do rio São Francisco, em Floresta (PE).

Temer também foi questionado sobre uma declaração da presidente Dilma Rousseff, que em eventos na Europa na semana passada disse existir um novo "golpe" para impedir a candidatura de Lula em 2018. "Nem sei o que responder. Isso foge ao preceito constitucional. A questão do Lula é política e será decidida pelos partidos políticos", respondeu aos repórteres, segundo gravação divulgada pelo Palácio do Planalto.

O presidente foi cobrado ainda sobre a licitação para a substituição da empreiteira Mendes Júnior nas obras do eixo Norte da transposição. Segundo ele, a licitação deve ser lançada no dia 1º de fevereiro. "Não havendo nenhuma impugnação, nenhum problema judicial, logo se homologa a licitação e começa a obra", comentou. Ele garantiu que o eixo Norte será concluído ainda este ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos