PUBLICIDADE
Topo

Cármen Lúcia demonstrou compromisso com a celeridade processual, afirma Ajufe

30/01/2017 12h11

Brasília - A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) afirmou, em nota enviada à imprensa na manhã desta segunda-feira (30), que a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, demonstrou "o seu compromisso com a celeridade processual" ao homologar a delação de 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht.

"A delação homologada permitirá a identificação dos envolvidos na prática das infrações penais e na recuperação dos recursos desviados pela corrupção", diz a nota da Ajufe, assinada pelo presidente da associação, Roberto Veloso.

A decisão da ministra - de homologar ela mesma a delação da Odebrecht - também foi elogiada pelo presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia.