Deputado impugnado fala em 'armação' diz que vai recorrer ao plenário da Câmara

Brasília - Impedido de disputar a primeira vice-presidência, o deputado Silvio Costa (PTdoB-PE) disse nesta quinta-feira, 2, que vai recorrer ao plenário contra a decisão do vice-presidente Waldir Maranhão (PP-MA) de indeferir sua candidatura.

Costa insistiu que tem o direito de se registrar como candidato e acusou o atual presidente e candidato à reeleição, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de, junto com o governo, passar o "rolo compressor".

Em discurso na tribuna, Costa disse que houve uma reunião na residência oficial da Câmara na madrugada desta quinta na qual Maia teria determinado que Maranhão impugnasse seis candidaturas. "Sei que está tudo armado, é uma armação fedorenta", afirmou. Por acordo, a vaga da primeira vice-presidência foi designada ao PMDB.

Além de Costa, foram impugnados os peemedebistas Valtenir Pereira (MT) e Kaio Maniçoba (PE) e Jaime Martins (PSD-MG) para primeira-secretaria, Daniel Vilela (PMDB-GO) para quarta-secretaria e Takayama (PSC-PR) para uma das quatro suplências.

Com exceção de Takayama, os candidatos foram impedidos porque não são filiados aos partidos com direito a pleitear o cargo para o qual se inscreveram. O partido de Takayama sequer pertence ao bloco ou tem número de parlamentares suficientes para disputar a suplência.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos