Topo

Câmara de SP fecha portões de praça Wi-Fi e alega 'questão de segurança'

Praça Roosevelt, no centro da capital, com wi-fi grátis - Christian von Ameln/Folhapress
Praça Roosevelt, no centro da capital, com wi-fi grátis Imagem: Christian von Ameln/Folhapress

07/02/2017 19h22

Inaugurada em agosto sob a promessa de ser "um ponto de encontro e lazer oferecido pela Câmara Municipal de São Paulo, à comunidade", a praça com sinal Wi-Fi passou o último mês fechada com grades que impedem o acesso de cidadãos.

Oficialmente, a Mesa Diretora da Câmara afirma que o fechamento se deu "por questão de segurança", sem mais detalhes. Nos corredores do Legislativo municipal, a informação é que parte dos funcionários estava incomodada com o fato de moradores de rua se abrigarem no espaço, que tem bancos e é coberto, especialmente nos dias de chuva.

"O espaço oferece ambiente agradável para encontros, estudos e repouso, com pufes, bancos e mesas, além de tomadas para carregamento de celulares e outros aparelhos eletrônicos dos visitantes. O sinal Wi-Fi é cedido pela própria Câmara e funcionará das 9h às 21h", dizia notícia distribuída pela Câmara em agosto, quando o espaço foi aberto.

Agora, apenas a placa que ainda está mantida no portão informa a existência do local de convivência.

Mais Notícias