Barros afirma que movimentos de imigração trazem risco de endemias ao Brasil

São Paulo - O ministro da Saúde, Ricardo Barros, afirmou na manhã desta quarta-feira, 8, que o movimento de imigração mundial pode trazer doenças que antes estavam controladas no Brasil, como coqueluche e febre amarela. "A imigração, uma novidade dessa década, vai provocar junto com esse deslocamento das pessoas, um deslocamento de endemias que cada país tinha com seu devido controle e que agora provocam uma nova situação", afirmou. Ele disse que a situação exige investimentos na produção de imunobiológicos para garantir a saúde da população.

O Ministério da Saúde e o Instituto Butantan assinaram nesta quarta-feira, 8, um convênio para liberação de R$ 54 milhões a serem usados na modernização do parque industrial da instituição. O dinheiro, que já está empenhado no orçamento, segundo o ministro, vai ser usado para compra de equipamentos a serem instalados nas fábricas de produção de vacinas contra difteria, tétano, coqueluche e hepatite B.

Com isso, após a conclusão dos trabalhos, será retomado o fornecimento das vacinas dT (difteria e tétano adulto), DT (difteria e tétano infantil), DTP (difteria, tétano e pertussis) e hepatite B.

O repasse vai ser realizado via Programa para o Desenvolvimento do Complexo Industrial da Saúde (Procis), afirma o ministério. O montante irá estimular a produção tecnológica nacional e gerar mais empregos no País, disse o ministro Ricardo Barros. Ele garantiu que o investimento vai trazer retorno aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), estimulando a indústria nacional e suprindo parte da demanda do Programa Nacional de Imunizações.

O presidente do Butantan, Jorge Kalil, disse que a retomada na produção das vacinas, com o repasse, vai permitir a recuperação do projeto de produção de uma vacina nacional pentavalente, que inclui os componentes para combate às quatro doenças.

Para Kalil, o aspecto mais importante do projeto que será fruto do convênio assinado nesta quarta é que o Butantan terá capacidade de produzir uma vacina de baixa toxidade contra a coqueluche, doença chamada tecnicamente de pertussis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos