Escritórios da OAS no Chile são alvo de operação policial, diz midia chilena

São Paulo - Os escritórios da construtora brasileira OAS no Chile foram alvo de buscas por parte das autoridades chilenas, que investigam um suposto financiamento para a campanha presidencial de Michelle Bachelet, segundo veículos de mídia locais.

Segundo o canal a rede de televisão chileno 24 horas, o procedimento foi solicitado pela procuradora Ximena Chong, e buscou registros contábeis da empresa entre 2012 e 2015.

A ação integra uma investigação maior que procura esclarecer supostos delitos tributários, fraude e infrações à lei de doações para a campanha de Marco Enríquez-Ominami em 2013, que incluiria o empréstimo de um avião, segundo o jornal El Mostrador. A investigação foi ampliada após denúncias sobre um suposto financiamento ilegal para a campanha de Bachelet.

A ordem foi executada pela Polícia de Investigações do Chile (PDI), e se concentrou também em contratos de arrendamento e em dois computadores nos três escritórios da OAS na capital chilena, informou a Rádio ADN. (Marcelo Osakabe)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos