PT vai apoiar projeto de Jucá para acabar com sigilo de investigações

Brasília - Apesar de se posicionarem em lados opostos, o líder do governo no Congresso, Romero Jucá (PMDB-RR), e o principal partido de oposição, o PT, vão convergir sobre o projeto que retira o sigilo das investigações. A proposta foi protocolada por Jucá na última quinta-feira.

Recém-escolhida para a liderança do PT, a senadora Gleisi Hoffmann (PR) defendeu a importância do fim de sigilo de delações. "A sociedade tem o direito de saber o que tem dentro das delações. Sou a favor que se quebre totalmente o sigilo e que tudo venha a público, eu defendia isso desde o início das investigações", afirmou.

A senadora relembrou que também tem um projeto, protocolado há um ano e meio, que prevê o fim do sigilo de delações que tiveram conteúdo vazado. "A bancada do PT já tem o meu projeto, que trata exatamente disso, e não vejo nenhum problema em apoiar o projeto do senador Jucá", disse.

A proposta de Jucá é mais ampla. Além da quebra de sigilo de delações, ele pede o fim do sigilo de qualquer investigação. O projeto vai tramitar na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

Nessa terça-feira, 7, Eduardo Pelella, chefe de gabinete do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou que é possível que o sigilo de parte das delações dos executivos da Odebrecht seja retirado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos