Ministro Celso de Mello assina notificação de pedido de explicações a Temer

Em Brasília

  • REUTERS/Adriano Machado

    Temer (e) terá de explicar ao STF por que nomeou Moreira Franco (d) para um ministério recém-criado

    Temer (e) terá de explicar ao STF por que nomeou Moreira Franco (d) para um ministério recém-criado

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), assinou nesta sexta-feira (10) a notificação em que pede explicações ao presidente da República, Michel Temer, sobre a nomeação de Moreira Franco (PMDB) para a Secretaria-Geral da Presidência da República, informou o gabinete do ministro.

De acordo com o gabinete de Celso de Mello, o presidente deve ser comunicado oficialmente sobre a notificação nos próximos minutos.

Celso de Mello determinou na noite de quinta-feira (9) que Temer se manifestasse dentro de um prazo de 24 horas para explicar as circunstâncias da nomeação. O prazo, no entanto, só começa a contar a partir do momento em que o presidente é oficialmente notificado.

O prazo para Temer prestar esclarecimentos ao STF deve terminar na tarde da próxima segunda-feira, 13, informou o gabinete de Celso de Mello.

Segundo o Broadcast Político (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado) apurou, mesmo com o presidente em São Paulo nesta tarde, seria possível que algum subordinado a ele recebesse a notificação em seu nome.

Homem de confiança de Temer, Moreira Franco tomou posse como ministro na sexta-feira passada, 3, quatro dias depois de a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, homologar as delações de 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht. Moreira Franco é citado em delações premiadas da construtora como sendo o "Angorá".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos