Doria visita autódromo de Abu Dabi e faz passeio a 210 km/h: "nada mal"

  • Diogo Bercito/Folhapress

    13.fev.2017 - Prefeito de São Paulo João Doria (d) visita o autódromo de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos

    13.fev.2017 - Prefeito de São Paulo João Doria (d) visita o autódromo de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos

Em visita aos Emirados Árabes, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB) fez um passeio nesta segunda-feira (13), em alta velocidade, pelo Autódromo de Abu Dabi, considerado por ele um exemplo para Interlagos. Depois de desenvolver velocidade de 210 km/h, Doria disse que a experiência foi "única".

"Você só pode fazer isso com toda segurança, em um autódromo seguro como esse, com orientação técnica, com o cinto de segurança e com absoluta convicção de que você está fazendo a coisa certa no lugar certo", disse o prefeito, depois de deixar o carro em que estava.

Questionado sobre a velocidade que alcançou, Doria respondeu: "210. Nada mal".

Em referência às velocidades nas Marginais, o prefeito disse que "(desenvolver) velocidade máxima só onde é possível, nos autódromos. Obedecendo a sinalização e os limites de velocidade".

Desde o dia 25 de janeiro, os limites de velocidade nas Marginais de São Paulo aumentaram. Nas pistas expressas, os limites subiram de 70km/h para 90 km/h; nas centrais, de 60 km/h para 70 km/h; e nas locais, de 50 km/h para 60 km/h.

Projetos

Em reuniões de negócios em Abu Dhabi, João Doria apresentou nesta segunda-feira 55 projetos de privatizações ou concessões a representantes de fundos de investimentos árabes. Na lista, destaque especial para os complexos de Interlagos e Anhembi, o Estádio do Pacaembu e os 29 terminais de ônibus existentes na cidade.

Segundo o tucano, ao serem privatizados, os terminais passarão a ter ar-condicionado, creches municipais, unidades do Poupatempo e pequenos centros comerciais. O modelo está sendo desenhado em três opções diferentes: privatização, concessão ou Parceria Público-Privada (PPP).

O negócio se torna atrativo, segundo Doria, em função do número de passageiros que frequentam os terminais. O tucano ressaltou ainda outra oportunidade neste segmento: a privatização do bilhete único, que pode virar um cartão multiuso.

O plano foi detalhado, por exemplo, ao diretor-geral da Câmara de Comércio de Abu Dabi, Mohamed H. Al Muhairi. Em reunião com Doria, o diretor sinalizou que pretende visitar o Brasil em maio para conhecer de perto as oportunidades. Os dois ainda falaram sobre a paixão pelo futebol - e Doria aproveitou para citar o Santos, seu time do coração.

Nenhum negócio foi fechado com Muhairi, mas Doria ouviu dele um incentivo. "Este é o futuro", disse o diretor em relação ao pacote de privatizações apresentado pelo tucano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos