Suspeito é morto por fuzileiros navais em troca de tiros na zona norte do Rio

Rio - Um homem ainda não identificado morreu ao trocar tiros com fuzileiros navais, que faziam uma ronda na Avenida Brasil, próximo ao Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), na zona norte do Rio de Janeiro. Segundo as primeiras informações, o homem foi baleado quando tentava assaltar motoristas na via nesta quarta-feira, 15.

Surpreendido pelos fuzileiros, o suspeito começou a atirar e os militares revidaram. O corpo ainda estava no local no final da manhã à espera da chegada dos peritos. A movimentação chamou a atenção de pessoas que passavam pelo local e gerou relatos em redes sociais. Por causa da ocorrência, um grande engarrafamento foi formado na Avenida Brasil e em seus acessos.

Militares

As Forças Armadas chegaram nesta terça-feira, 14, ao Rio para reforçar o policiamento da cidade. Nove mil homens começaram a atuar à meia-noite.

A presença dos militares foi autorizada pelo presidente Michel Temer após pedido do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB). Os militares devem ficar no Rio até a próxima quarta-feira, 22, mas esse prazo ainda pode ser estendido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos