Novo gabinete de Moreira Franco é montado no quarto andar do Palácio do Planalto

Brasília - Após ser confirmado pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, como ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco acertou sua mudança do antigo gabinete de Michel Temer, na Vice-Presidência, para o quarto andar do Planalto. Na tarde desta sexta-feira, 17, enquanto Moreira Franco estava em São Paulo acompanhando o presidente Temer, as divisórias que formavam as salas dos advogados da Subchefia de Assuntos Jurídicos da Casa Civil foram derrubadas e deram lugar a um amplo gabinete, que estava sendo decorado com móveis e plantas para receber o ministro, na próxima segunda-feira, 20.

Assim, Moreira Franco também terá assento no quarto andar do Planalto, ocupando espaço semelhante dos três outros "ministros da Casa": Eliseu Padilha, da Casa Civil, Antônio Imbassahy, da Secretaria de Governo, e Sérgio Etchegoyen, do Gabinete de Segurança Institucional. O gabinete considerado mais privilegiado, e único que tem acesso direto ao terceiro andar, onde Temer trabalha, é o de Padilha. Os demais ministros são obrigados a percorrer o corredor do quarto andar para ter acesso ao gabinete presidencial.

Moreira Franco chegou a pensar em ir para o terceiro andar do Planalto, o mesmo de Temer, no local ocupado pelo cerimonial, agora subordinado a ele. Como na linguagem política proximidade física com o presidente se traduz em poder, para evitar ciúmes, a decisão foi de que Moreira Franco deveria ficar no quarto andar, como os demais ministros. Só que, nessa distribuição dos ministros ao longo do quarto andar, Moreira Franco acabou ficando no gabinete mais distante de Temer.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos