Pesquisadores pedem permanência de Jorge Kalil no Instituto Butantan

São Paulo - Pesquisadores e funcionários do Instituto Butantan realizaram na manhã desta terça-feira, 21, uma manifestação em defesa do diretor Jorge Kalil, ameaçado de perder o cargo por conta de acusações feitas pelo ex-presidente da Fundação Butantan, André Franco Montoro Filho.

O grupo, de aproximadamente 100 pessoas, caminhou por alguns blocos da Avenida Vital Brasil, que dá acesso ao instituto, carregando cartazes com frases do tipo "Butantan em risco", "A quem interessa um Butantan fraco", e "Butantan é lugar de ciência não de política".

Montoro Filho deixou a presidência da Fundação Butantan no dia 8, conforme noticiado em primeira mão por este blog. Na sequência, em entrevistas ao jornal "Folha de S.Paulo" e à rede Globo, ele fez uma série de denúncias contra Kalil, acusando-o de má gestão e irregularidades à frente do instituto.

Kalil está em viagem na Europa e deve retornar a São Paulo nos próximos dias. Segundo a Folha, o governo do Estado já decidiu afastar o médico da direção do instituto.

Kalil enviou na segunda-feira, 20, uma carta a todos os funcionários do Butantan, dando explicações e rebatendo as críticas feitas por Montoro Filho. "Ultimamente, as iniciativas e ações da então diretoria da Fundação estavam se desviando da missão e dos objetivos do Instituto", afirma o médico, citando situações em que Montoro Filho teria agido sem o consentimento do Conselho Curador da fundação. "Diante da conduta e da não observância do regimento da Fundação Butantan, todos os conselheiros, de forma unânime, solicitaram sua renúncia."

Um grupo de pesquisadores e funcionários também lançou na segunda-feira no site Avaaz um abaixo assinado pedindo a permanência de Kalil à frente do instituto: https://goo.gl/G45gU5. "Muito nos surpreenderam as denúncias do Sr. André Franco Montoro Filho. Se sabia de tantos fatos, por que não denunciou antes, mas somente agora? Por que o Sr. André Franco Montoro Filho não agiu para corrigir os fatos relatados? Por que o Sr. André Franco Montoro Filho não explica à população que era contra a retomada das fábricas de vacinas DTP? Quais foram as ações do Sr. André Franco Montoro Filho com relação à planta de hemoderivados?", diz a petição.

"Muitas das crises que ocorreram e ocorrem no Instituto Butantan decorrem de disputas políticas pelo controle da Fundação Butantan, do seu orçamento oriundo da vendas dos imunobiológicos, pelo seu prestígio inconteste e liderança científica e tecnológica no país, para usos em nada comprometidos com a missão do Instituto."

Para o pesquisador Enéas de Carvalho, que participou da confecção do manifesto, o afastamento de Kalil seria "matar a cura em vez da doença". "Como qualquer lugar, o Butantan tem deficiências na gestão, mas o Kalil vem respondendo a todas essas deficiências de forma muito transparente", disse Carvalho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos