Temer oficializa novo líder do governo na Câmara e cria cargo para acalmar PMDB

Em Brasília

  • Rodrigo Nunes/Ministério das Cidades/Arte UOL

    Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) será o novo líder do governo Temer na Câmara

    Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) será o novo líder do governo Temer na Câmara

O presidente da República, Michel Temer, confirmou por meio do porta-voz a troca no comando da liderança da Câmara e a criação do cargo de líder da maioria. Confirme mensagem lida nesta sexta-feira (24), no Planalto, pelo porta-voz da presidência, Alexandre Parola, Temer indicou o nome do deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) como novo líder do governo na Câmara.

"O novo líder dará continuidade ao relevante papel desempenhado até aqui pelo deputado André Moura (PSC), de Sergipe, na defesa da ambiciosa agenda de reformas que é tão necessária à retomada do crescimento do País", afirmou.

Na mensagem, apesar de críticas internas à atuação de Moura, o presidente fez questão de agradecer ao parlamentar. "O Presidente Michel Temer expressa seu agradecimento pela capacidade de negociação, compromisso com o Brasil e liderança política manifestada pelo Deputado André Moura, atributos que contribuíram para as expressivas vitórias alcançadas pelo governo na aprovação de medidas na Câmara dos Deputados", afirmou.

Parola confirmou ainda a criação do líder da maioria e a indicação do deputado Lelo Coimbra (PMDB-ES) para o cargo. "Sua reconhecida capacidade de trabalho e experiência no Legislativo e no Executivo serão centrais para levarmos adiante com êxito o diálogo com os deputados da base aliada", afirmou.

Temer recebeu Lelo em seu gabinete, na manhã desta sexta-feira, e o convidou para ser o líder da maioria na Câmara. O convite fez parte da estratégia do presidente Temer para tentar estancar, de vez, a revolta de outras alas peemedebistas que ficaram descontentes com a nomeação do paranaense Osmar Serraglio para o Ministério da Justiça.

O cargo está previsto no regimento da Câmara, mas ainda não existia oficialmente. A sua criação, acertada com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, na quinta-feira, servirá para acomodar outros aliados do governo, já que existirão também postos de vice-líderes e outros funcionários para serem acomodados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos