Jogador é espancado no pré-carnaval na capital paulista

De São Paulo

  • Ale Vianna/CA Juventus

    Atacante Rafael Amoroso (à direita) comemora gol com a camisa do Juventus

    Atacante Rafael Amoroso (à direita) comemora gol com a camisa do Juventus

O jogador de futebol Rafael Amoroso, de 27 anos, foi espancado com barras de ferro por cerca de 15 criminosos durante o desfile de blocos de carnaval na região do Largo da Batata, na zona oeste da capital paulista, no último sábado (18). Amoroso e três amigos foram agredidos após terem recuperado o celular de uma amiga que havia sido roubado. O rapaz está internado em estado grave.

Segundo a mulher de Amoroso, Susi Firmino, o criminoso que perdeu o celular voltou minutos depois acompanhado do grupo - um dos homens carregava uma barra de ferro. O jogador foi o mais agredido e ficou desacordado.

O espancamento foi a segunda tragédia recente na vida do jogador. No fim de semana, Susi estava na casa dos pais, no Guarujá, para se recuperar de uma gravidez interrompida. Foi necessária uma cesárea de emergência para a retirada do feto, que estava com pouco menos de dois meses. "Este ano está sendo bem difícil. Mas já estou bem e pensando só no Rafael", disse Susi. O casal tem um filho, Thiago, de 10 anos.

O meia está desempregado. Ele iniciou a carreira no São Caetano, em 2007, e passou por vários times, como o Palmeiras B e o Juventus. O Hospital das Clínicas informou que o quadro segue grave. A Secretaria de Segurança Pública disse que o 14.º DP (Pinheiros) investiga o caso e busca imagens de câmeras de segurança. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos