Procuradoria do Equador pede bloqueio de pagamento de US$ 40 milhões à Odebrecht

São Paulo - A Procuradoria do Equador solicitou ontem o bloqueio do pagamento de mais de US$ 40 milhões à Construtora Odebrecht, que está sendo investigada no país por supostos subornos a funcionários locais.

Em nota publicada em seu site, a procuradoria afirmou que pediu o bloqueio de pagamentos "para garantir uma possível indenização por parte da construtora brasileira". Eles deveriam ser feitos pela Refinaria do Pacífico e pela Empresa Pública de Águas.

A investigação no Equador foi iniciada em dezembro do ano passado, após um acordo de leniência da Odebrecht nos Estados Unidos. Segundo o Departamento de Justiça norte-americano, a empreiteira teria pago US$ 33,5 milhões em subornos no Equador. (Marcelo Osakabe)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos