Três irmãs são mortas em SC; ex-namorado de uma delas é suspeito

Marconte Tavella, especial para a AE

Florianópolis

Três irmãs foram assassinadas a golpes de faca na última segunda-feira, 27, em Cunha Porã, cidade de 11 mil habitante localizada no oeste de Santa Catarina. Segundo o delegado responsável pelo caso, Joel Specht, o ex-namorado de uma das vítimas é suspeito de ser o autor do crime.

Eram aproximadamente 21h de segunda-feira quando Jackson Lahr, de 24 anos, teria invadido a casa em que estavam as jovens, na região de Sabiazinho, e assassinado as irmãs Julyane Horbach, de 23 anos, Rafaela, de 15 (ex-namorada de Lahr), e Fabiane, de 12. Lahr e Rafaela têm um filho de dois meses que estava na casa no momento do crime, mas não foi ferido. A adolescente já havia registrado boletim de ocorrência contra o suspeito e pedido medidas protetivas.

Marido de Julyane, Giovane Meyer também estava na casa no momento do crime e foi o único sobrevivente. Ele está internado no hospital de Maravilha e ainda não sabe que a esposa e as cunhadas foram mortas.

Lahr está preso na cadeia municipal de Maravilha. Ele não confessou o crime, alegando "um branco na memória", mas disse se lembrar que atingiu Meyer com golpes de faca. Segundo o delegado, o suspeito afirmou não se conformar com o fim do relacionamento e em ter de pagar pensão para o filho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos