Governo recua e secretaria executiva da Camex volta para Itamaraty

Andreza Matais e Lu Aiko Otta

Brasília

O presidente Michel Temer mandou revogar decisão publicada na segunda-feira, 6, no Diário Oficial da União que transferiu a secretaria executiva da Câmara de Comércio Exterior (Camex) do Itamaraty para o Ministério da Indústria (MDIC). A medida havia causado descontentamento no novo ministro Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), que pensou até em desistir de tomar posse no cargo. A cerimônia está marcada para esta terça-feira, 7.

Como revelou a Coluna do Estadão, Aloysio precisou ser acalmado pelo senador tucano Antonio Imbassahy e pelo presidente do PSDB, senador Aécio Neves.

Originalmente a secretaria executiva da Camex era vinculada ao Ministério da Indústria, mas foi transferida para o Itamaraty pelo presidente Temer como forma de fortalecer a pasta durante a gestão do senador José Serra (PSDB-SP). Com a saída de Serra, o governo refez o ato e devolveu o departamento para o Ministério da Indústria. Medida que acaba se der revogada.

O Ministério da Indústria é comandado por Marcos Pereira, acusado por delatores da Odebrecht de receber recursos de caixa dois. O ministro nega.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos