Ministro do TSE intima ex-secretária da Odebrecht

Rafael Moraes Moura e Beatriz Bulla

Brasília

Relator da ação que pode levar à cassação do presidente Michel Temer (PMDB), o ministro Herman Benjamin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decidiu intimar a ex-secretária da Odebrecht Maria Lúcia Tavares para prestar depoimento à Justiça Eleitoral nesta sexta-feira, 10, às 16h, mediante videoconferência.

Maria Lúcia Tavares falará ao TSE no âmbito da ação que apura se a chapa encabeçada por Dilma Rousseff (PT), de quem Michel Temer foi vice, cometeu abuso de poder político e econômico para se reeleger.

A ex-secretária da Odebrecht atuou no Setor de Operações Estruturadas, onde foi responsável pela operacionalização dos pagamentos e controle da contabilidade do departamento.

Alvo da Operação Acarajé, Maria Lúcia fez no ano passado acordo com a força-tarefa do Ministério Público Federal. Em troca da liberdade e de um possível perdão judicial, relatou aos investigadores como funcionava o sistema de pagamento de propinas. A ex-secretária é considerada a testemunha-chave que levou o alto escalão da Odebrecht a fazer delação premiada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos