No Senado, 9 das 13 comissões permanentes têm presidência definida

Isabela Bonfim

Brasília

Após acordos e um mês de atraso, os senadores definiram a distribuição de nove das 13 comissões permanentes da Casa. Pelo menos seis já devem ser instaladas nesta semana. Mas a disputa entre PSDB e PMDB ainda adia a instalação das comissões de Relações Exteriores (CRE), Meio Ambiente (CMA), Transparência (CTG) e Senado Futuro.

A única comissão permanente já instalada no Senado é a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). A base do governo operou para dar celeridade a esta instalação para permitir a realização da sabatina de Alexandre de Moraes, indicado pelo presidente Michel Temer para o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Todos os demais colegiados, nos quais os projetos são discutidos antes de irem à votação no plenário, estão paralisados.

Na terça, 14, e quarta-feira, 15, estão agendadas reuniões para instalação de seis comissões: Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), Comissão de Relações Exteriores (CRE), Comissão de Direitos Humanos (CDH), Comissão de Educação (CE), Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) e Comissão de Assuntos Sociais (CAS). Além dessas, também já há entendimento sobre a presidência das comissões de Ciência e Tecnologia (CCT), Agricultura (CRA) e Infraestrutura (CI). Basta que as reuniões para instalação sejam agendadas.

Apesar de reunião marcada para esta terça, ainda não existe acordo sobre qual partido terá direito a presidir a Comissão de Relações Exteriores, considerada uma das mais importantes da Casa. O líder do PMDB, Renan Calheiros (AL), operou para conceder o colegiado ao aliado local Fernando Collor (PTC-AL). Entretanto, Renan sofreu com a pressão do PSDB e a presidência da comissão permanece incerta, podendo ficar com o PMDB ou PSDB.

Em outro desentendimento, Renan teria tentado fazer com que o PSDB abrisse mão da Comissão de Meio Ambiente (CMA) para ceder o colegiado à senadora Kátia Abreu (TO), também do PMDB. As divergências se tornaram públicas e resultaram em troca de acusações entre Renan e o líder do PSDB, Paulo Bauer, em plenário, na última semana.

Devido a isso, as comissões de Relações Exteriores, Meio Ambiente, Transparência e Senado Futuro estão ainda com a presidência indefinida e podem ficar com PMDB, PSDB, DEM ou PR.

Confira a distribuição de comissões do Senado:

Colegiados instalados

Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) - Presidente: Edison Lobão (PMDB-MA)

Colegiados com presidência definida (aguardam instalação)

Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) - Presidente: Tasso Jereissati (PSDB-CE)

Comissão de Direitos Humanos (CDH) - Presidente: Regina Souza (PT-PI)

Comissão de Desenvolvimento Regional (CDR) - Presidente: Fátima Bezerra (PT-RN)

Comissão de Educação (CE) - Presidente: Lúcia Vânia (PSB-GO)

Comissão de Ciência e Tecnologia - Presidente: Otto Alencar (PSD-BA)

Comissão de Assuntos Sociais - Presidente: Marta Suplicy (PMDB-SP)

Comissão de Infraestrutura (CI) - Presidente: Eduardo Braga (PMDB-AM)

Comissão de Agricultura (CRA) - Presidente: PP (senador ainda não definido)

Colegiados sem presidência definida

Comissão de Relações Exteriores (CRE)

Comissão de Transparência (CTG)

Comissão de Meio Ambiente (CMA)

Comissão Senado Futuro

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos