Câmara aprova projeto que prioriza exame de mulher vítima de violência

Daiene Cardoso

Brasília

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira, 14, de forma simbólica, um projeto de lei que dá prioridade no Instituto Médico Legal (IML) às mulheres vítimas de violência doméstica para a realização de exames periciais. O projeto, que altera a Lei Maria da Penha, segue agora para o Senado.

O projeto foi reapresentado pelo deputado Laudívio Carvalho (SD-MG) no ano passado. Na justificativa da proposta, Carvalho lembra que a prova pericial é importante após o crime porque ela comprova a agressão e dá elementos para a punição do acusado.

"A demora na realização da perícia pode até mesmo inviabilizar a condenação de um culpado", afirma o deputado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos