Nova ação da Lava Jato prende subsecretário de Turismo e diretor da Riotrilhos

Fabio Fabrini, Julia Affonso, Fausto Macedo e Ricardo Brandt

São Paulo

Heitor Lopes de Sousa Junior e Luiz Carlos Velloso, alvos da nova fase da operação Lava Jato no Rio deflagrada na manhã desta terça-feira, 14, foram presos. A ação mira em pagamento de propina sobre contratos da linha 4 do Metrô.

A nova etapa da ação da PF foi aberta por ordem do juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio e com base no acordo de leniência da Carioca Engenharia. A investigação apura R$ 5,4 milhões em propinas e 31 transferências para empresas de Heitor Lopes.

Segundo o site do Governo do Rio, Luiz Carlos Velloso é, atualmente, subsecretário de Turismo do Estado. Já Heitor Lopes de Sousa Junior é diretor de Engenharia da Companhia de Transportes sobre Trilhos do Estado do Rio de Janeiro, a Riotrilhos. Luiz Carlos Velloso foi subsecretário de Transportes no Governo Sérgio Cabral (PMDB - 2007/2014).

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral foi preso em 17 de novembro do ano passado na Operação Calicute, braço da Lava Jato no Rio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos