PSB abre consulta pública para embasar posição sobre reforma da Previdência

Igor Gadelha

Brasília

O PSB abriu nesta terça-feira, 14, uma consulta pública na internet sobre a Reforma da Previdência enviada pelo governo Michel Temer ao Congresso Nacional. Poderão opinar sobre o assunto tanto os filiados ao partido quanto a população em geral.

Segundo o PSB, o resultado do levantamento, junto com a opinião dos parlamentares e dirigentes da sigla, servirá de "subsídio" para a posição da Executiva Nacional da legenda sobre o tema.

Dono da sétima maior bancada da Câmara (35 deputados), o PSB resiste a aprovar o texto da Reforma da Previdência enviado pelo governo. Como mostrou o Broadcast Político (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado) na semana passada, o partido discute uma proposta alternativa, focada em manter as regras atuais para aposentadoria rural, diminuir o tempo de contribuição para aposentadoria integral e caminhos para combater a sonegação. Caso as alterações não sejam votadas, a legenda ameaça fechar questão contra a proposta.

Ciente da resistência do PSB à reforma, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, se reúne na tarde desta terça-feira com a bancada do partido na Câmara para discutir a proposta. O encontro está previsto para 15 horas.

O Palácio do Planalto está cobrando lealdade de parlamentares de partidos da base aliada que possuem cargos no governo, como o PSB, que está no comando do Ministério de Minas e Energia, atualmente ocupado pelo deputado Fernando Coelho Filho (PE).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos