Rodrigo Maia deixa Câmara e diz, perguntado sobre lista: 'Não vou falar agora'

Igor Gadelha

Brasília, 14

Um dos políticos que constam na lista da Procuradoria-Geral da República (PGR) com pedidos de abertura de inquérito baseados nas delações da empreiteira Odebrecht, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), evitou a imprensa ao deixar a Casa na noite desta terça-feira, 14. "Agora não", limitou-se a responder, ao ser questionado pela reportagem se iria se pronunciar sobre o assunto.

O presidente da Câmara encerrou a sessão plenária desta terça-feira por volta das 19h40, antes do horário que normalmente costuma terminar os trabalhos no plenário - geralmente as sessões são encerradas por volta das 21 horas. O parlamentar fluminense deixou o plenário rapidamente e desceu em elevador privado direto para a chapelaria da Câmara, de onde embarcou no carro oficial.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos