Rejeitos vazam de mina da Vale e atingem três córregos em MG

Leonardo Augusto, especial para o Estado

Belo Horizonte

Três córregos que cortam os municípios de Congonhas, Ouro Preto e Itabirito, na região central de Minas Gerais, foram atingidos por rejeitos de minério de ferro que vazaram de duto de mina da Vale. Os córregos atingidos foram o Prata, das Almas e Mata Porcos, todos utilizados no abastecimento de água a moradores da região. A mina fica em Congonhas, a 98 quilômetros de Belo Horizonte.

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente enviou equipe para a região com o objetivo de apurar os danos ambientais provocados até o momento pelo vazamento. A descarga de rejeitos da Vale foi identificada no domingo, 10. O reparo no duto começou a ser feito pela empresa na segunda, 11.

Apesar da poluição dos córregos por rejeitos de minério de ferro, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente informou, a partir de dados da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), que não foi necessário interromper o abastecimento de água na região.

Em nota, a Vale afirmou que a empresa "identificou o rompimento de um duto nesta segunda-feira, 13, na mina de Fábrica, em Ouro Preto. A empresa informa que o vazamento já foi contido, que os esclarecimentos aos órgãos ambientais foram feitos e que está apurando as causas da ocorrência".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos