Ficou patente a necessidade de mudança do sistema eleitoral atual, diz Mendes

Daiene Cardoso e Isadora Peron

Brasília

Começou na manhã desta terça-feira, 21, na comissão especial da Reforma Política da Câmara um seminário internacional promovido em conjunto com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Na abertura do evento, o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, disse que ficou patente a necessidade de mudanças no sistema eleitoral brasileiro em vigor.

Em um breve discurso, Mendes afirmou que a possibilidade de reforma é uma oportunidade única em momento crucial, onde é necessário agir em pouco tempo. As mudanças que forem propostas pela comissão especial terão de ser aprovadas até o início de outubro deste ano para que as regras entrem em vigor na eleição de 2018. "O desafio é entregar uma reforma que responda aos anseios da população descrente da política", defendeu.

Mendes participou do evento acompanhado do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que em discurso disse que o debate sobre a reforma vem em momento adequado. Em tom crítico, Maia disse que informações que estão na sociedade não correspondem à verdade. O discurso está relacionado à repercussão negativa do sistema de lista fechada proposto pelos líderes do Congresso, entre eles Maia.

"Com o fim do financiamento de pessoa jurídica, o País precisa construir algo novo", pregou o presidente da Câmara. Para Maia, o modelo em vigor hoje promove a renovação, mas faz isso dentro de um mesmo ciclo político.

Durante a manhã desta terça, especialistas falarão aos parlamentares sobre os diversos sistemas em vigor aplicados fora do País.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos