Rodrigo Maia nega que projeto de recuperação seja para beneficiar apenas o RJ

Daiene Cardoso

Brasília

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), negou na manhã desta quarta-feira, 5, que o projeto de recuperação fiscal seja exclusivamente para beneficiar seu Estado, o Rio de Janeiro. Citando também a situação fiscal do Rio Grande do Sul e Minas Gerais, Maia disse que a proposta que pode ser votada hoje visa dar uma ajuda aos governos estaduais dentro de um processo de reorganização radical de suas contas.

O deputado disse ter certeza que os demais Estados em situação melhor não vão querer assumir as pesadas contrapartidas porque não necessitam. "Não vai estar se dando apenas um empréstimo, vai estar se cobrando contrapartidas e ajustes muito duros, que tenho certeza que os outros Estados não precisam", afirmou.

Maia citou como contrapartidas "duras" o congelamento de salários e concursos públicos, a reorganização do sistema de previdência dos Estados e disse que é necessário que os governos locais em estado pré-falimentar "voltem a respirar".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos