Conselheiros do TCE-RJ deixam presídio de Bangu

Fábio Grellet

Rio

Nove dias após serem presos na Operação Quinto do Ouro, da Polícia Federal, cinco conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) deixaram o presídio em Bangu, na zona oeste do Rio, no início da noite desta sexta-feira, 7. A informação foi prestada pela Secretaria Estadual de Administração Penitenciária.

A libertação de Aloysio Neves, Domingos Brazão, José Gomes Graciosa, Marco Antônio Alencar e José Maurício Nolasco foi determinada pelo ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Eles cumpriam prisão temporária. Na mesma decisão, Fischer determinou o afastamento deles do cargo no TCE-RJ pelo período de 180 dias. O magistrado ordenou ainda que o conselheiro Jonas Lopes, delator do esquema de corrupção investigado pela Operação Quinto do Ouro, também fique afastado do cargo por igual período. Ele não está preso - após alegar ter recebido ameaças, foi autorizado pela Justiça a deixar o Brasil e permanecer em lugar não divulgado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos