Sem-terra são baleados em Minas Gerais

Alex Capela, especial para a AE

Belo Horizonte

Três integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) foram baleados na sede da Fazenda Norte América, no município de Capitão Enéas, norte de Minas. A Polícia Militar informou que dois homens foram presos e duas armas apreendidas. O caso será investigado pela Polícia Civil de Montes Claros, na região.

Entre os feridos estão Fabrício Alvins Lima, baleado na barriga, de 31 anos, Vildomar Oliveira Gomes, também de 31 anos, baleado no pescoço, e Géssica Thaís Gonçalves de Freitas, de 24 anos, baleada na perna. Todos foram levados para o hospital de Capitão Enéas e não correm risco de morte. Em nota, o MST afirmou que os sem-terra foram vítimas de uma "emboscada". O grupo afirma que a fazenda de 3 mil hectares é improdutiva.

Representantes do governo do Estado, da Casa Pastoral da Terra e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) foram ao local acompanhar o caso. O responsável pela fazenda, Leonardo Andrade, que ocupou o cargo de secretário de Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente e Agricultura na gestão de Muniz, não foi localizado. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos