Deputada quer investigação de ataque a índios no Maranhão em CPI da Câmara

Daiene Cardoso

Brasília

  • Rafael Silv/OAB

    2.mai.2017 - Jose Ribamar Mendes, índio atacado no Maranhão

    2.mai.2017 - Jose Ribamar Mendes, índio atacado no Maranhão

A deputada Eliziane Gama (PPS-MA) vai protocolar nesta quarta-feira, 3, um requerimento na CPI da Funai e do Incra solicitando apuração das responsabilidades no ataque que deixou 13 índios feridos no Maranhão. Na solicitação à comissão da Câmara, a deputada pedirá a convocação dos supostos responsáveis pela ação.

"Estamos diante de mais massacre contra povos indígenas, o que exige pronta resposta do Estado. E, mais uma vez, o centro da questão nos parece ser o conflito agrário. Lamentamos o ocorrido e estamos pedindo que a Câmara dos Deputados, por meio da CPI da Funai, tome as medidas necessárias para apurar este ataque brutal", disse a deputada, por meio de nota.

Eliziane também vai propor as oitivas do Conselho Missionário Indigenista (Cimi), de membros da Comissão Pastoral da Terra e de indígenas que presenciaram o ataque. As chances do requerimento ser aprovado são pequenas, já que a maioria dos membros da comissão pertence à bancada ruralista.

O crime aconteceu no último domingo, na cidade de Viana, a 214 quilômetros de São Luís. O Cimi informou que dezenas de índios da etnia gamela deixavam uma área reivindicada no povoado de Bahias, interior de Viana, quando foram surpreendidos por homens armados. O grupo de pistoleiros seria ligado a fazendeiros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos