Em nota, Temer lamenta morte de Eduardo Portella

Carla Araújo

Brasília

O presidente Michel Temer emitiu nota de pesar pelo falecimento do ex-ministro Eduardo Portella. Segundo o presidente, o acadêmico, que morreu nesta terça-feira, aos 84 anos, "deixou uma grande lição de homem público nos diversos cargos que ocupou".

"Tomei conhecimento, com pesar, do falecimento de Eduardo Portella, um dos grandes intelectuais do pensamento brasileiro, com obra que se tornou referência para os debates sobre temas tão amplos como Cultura e Educação. Como ex-ministro, foi defensor da anistia política que abriu os caminhos do país para a reconciliação nacional e retomada do processo democrático", escreve Temer.

O presidente lembrou ainda a importância de Portella na Academia Brasileira de Letras e disse que o ex-ministro se destacou pela "consciência pública e da participação política". "Meus sentimentos aos familiares neste momento de dor", finalizou Temer, na nota.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos