Procurador da Lava Jato critica decisão do STF de soltar Dirceu

Ricardo Galhardo e Ricardo Brandt

São Paulo

Em Curitiba, onde fica a força-tarefa da operação Lava Jato, a decisão do Supremo Tribunal Federal de soltar o ex-ministro José Dirceu (PT) foi recebida com críticas. "O que está acontecendo é a destruição lenta de uma investigação séria. Acreditam que a população não está mais atenta, talvez anestesiada pela extensão da corrupção", afirmou o procurador regional da República Carlos Fernando dos Santos Lima.

Por 3 votos a 2, os ministros da Segunda Turma o Supremo decidiram nesta terça-feira, 3, pela libertação de Dirceu, que estava preso desde agosto de 2015 na Operação Lava Jato. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos