Morre cobrador que teve 90% do corpo queimado em ataque a ônibus em Fortaleza

Carmen Pompeu, especial para o Estado

Fortaleza

Morreu na manhã desta segunda-feira, 8, o cobrador de ônibus José Nunes de Sousa, de 56 anos. No dia 20 de abril, ele teve 90% do corpo queimado durante uma onda de ataques a ônibus em Fortaleza, no bairro do Canindezinho. Portador de deficiência física, ele não conseguiu sair do coletivo e acabou sofrendo queimaduras de terceiro grau.

Desde o dia do incidente, ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Instituto Dr. José Frota (IJF), também em Fortaleza.

De acordo com a assessoria do hospital, devido à gravidade das queimaduras, o paciente estava sedado e inconsciente no momento da morte. A esposa do cobrador pediu para que a direção não fornecesse mais informações. O corpo seguiu para a Perícia Forense.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos