Morre Luana Muniz, travesti ativista que ficou famosa em foto com padre Fábio

São Paulo

A travesti Luana Muniz, de 56 anos, morreu às 5h deste sábado, 6, devido a uma parada cardiorrespiratória, segundo informações do Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, no Rio de Janeiro, onde estava internada há uma semana.

Luana era ativista do movimento LGBT e participava de um projeto que capacitava travestis e transexuais para o trabalho formal. Ela também acolhia travestis, transexuais, prostitutas e portadores do vírus HIV em um casarão que mantinha no Rio de Janeiro.

A ativista ficou famosa após aparecer em uma imagem ao lado do Padre Fábio de Melo, em 2015, por conta do trabalho social que desenvolvia. Na época, o padre confessou que nutria preconceito contra Luiza e reconheceu seu erro após descobrir o trabalho social que ela fazia na Lapa, zona central da cidade. "Quando Deus coloca essas pessoas diante de nós, é para desmoronar os castelos de ilusão que nós criamos dentro", disse o padre na ocasião.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos