Lula: não tive conversas com outros diretores da Petrobras (além de Duque)

Caio Rinaldi, André Ítalo Rocha, Eduardo Laguna

São Paulo

Em depoimento ao juiz federal Sergio Moro, no âmbito do processo em que é réu e acusado de ter recebido R$ 3,7 milhões de propinas da OAS do caso do triplex do Guarujá, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que não teve conversas com diretores da Petrobras, exceto por uma única vez, em que falou com Renato Duque, ex-diretor de Serviços da estatal.

A conversa com Duque, disse Lula, se deu por "boatos" de que o ex-diretor teria contas no exterior.

"Fiquei puto e pedi ao Vaccari (João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT) que chamasse o Duque para uma conversa", explicou. "Perguntei ao Duque se ele tinha conta no exterior e ele disse que não. Para mim, o assunto acabou aí."

Neste momento, Sergio Moro indagou Lula sobre sua participação em negociações sobre a refinaria de Abreu e Lima, em Pernambuco. O ex-presidente reduziu sua atuação às conversas iniciais e a uma inauguração de terraplanagem.

O ex-presidente lamentou não ter sido convidado para inaugurações na refinaria em 2014. "Adoraria ter ido a Pernambuco para a inauguração de Abreu e Lima."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos