Maia quer emplacar deputado Benito Gama no Ministério do Trabalho

Igor Gadelha

Brasília

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tenta emplacar o deputado Benito Gama (PTB-BA) como ministro do Trabalho no lugar do atual titular da pasta, o deputado licenciado Ronaldo Nogueira (PTB-RS). Com a substituição, Maia quer reduzir a influência no governo do líder do PTB na Câmara, Jovair Arantes (GO), que foi responsável pela indicação de Nogueira e é adversário político do presidente da Casa.

Maia já levou o nome de Gama ao Palácio do Planalto. Como mostrou o Broadcast Político na semana passada, o presidente da Câmara pressiona o governo a trocar o ministro do Trabalho. Ele e alguns líderes governistas se dizem incomodados com a atuação de Nogueira contra algumas matérias de interesse do governo e de parlamentares da base aliada, como o fim do imposto sindical e o projeto que regulamentou a terceirização irrestrita.

Além da atuação do ministro contra matérias de interesses do governo e da base, o presidente da Câmara reclama da falta de controle de Nogueira sobre os votos dos deputados do PTB. Na votação da urgência para tramitação da Reforma Trabalhista, em 19 de abril, dos 17 integrantes da bancada, quatro votaram contra e cinco nem sequer apareceram para votar. Entre os parlamentares ausentes, estava o próprio líder, Jovair Arantes.

Interlocutores do Planalto no Congresso afirmam que o governo não deve fazer nenhuma troca de ministro durante a tramitação na Câmara da Reforma da Previdência, principal aposta do governo Michel Temer, para não melindrar a base. A reforma já foi aprovada na comissão especial e segue agora para análise do plenário, onde será votada em dois turnos e, para ser aprovada, precisa de pelo menos 308 votos, o equivalente a 3/5 dos 513 deputados.

O líder do PTB já foi avisado da pressão de Maia para substituir Nogueira e reagiu contra. Jovair afirma que o ministro está fazendo um bom trabalho e tem o apoio da bancada. O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, também afirmou que não há motivos para substituição. "Não há discussão sobre isso em aberto. Isso é intriga. O Benito é meu irmão, é meu primeiro vice-presidente no partido, mas o Ronaldo está indo bem", afirmou Jefferson.

Perfil

Formado em Economia, Benito Gama tem 68 anos e está em seu quinto mandato como deputado federal. Ele já foi filiado ao PFL, partido que deu origem ao DEM de Rodrigo Maia. Na Bahia, o parlamentar foi do grupo do ex-governador Antônio Carlos Magalhães, com quem rompeu. Após a morte de ACM, Gama se reaproximou do grupo novamente. Hoje, sua filha, Taissa Gama, é secretária de Política para Mulheres na gestão do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos