Todo recurso do programa de desestatização é para programas sociais, afirma Doria

Eduardo Laguna e Daniel Weterman

São Paulo

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta sexta-feira, 12, que 100% dos recursos levantados pelo programa de privatização do município serão destinados a programas sociais.

"Não vamos fazer desestatização com fundo municipal para pagar divida ou custeio. É 100% voltado a programas sociais", afirmou o prefeito durante evento promovido pela Amcham, acrescentando que a prioridade será destinar os recursos aos "mais pobres e humildes".

Doria disse que o programa de privatização, a ser votado na Câmara dos Vereadores, é o maior já feito na história. "Não tenho medo de falar em privatização até porque não sou político", afirmou o tucano, reforçando seu discurso de gestor. "Não estou com isso desmerecendo os políticos. Mas não sou um político", acrescentou.

O prefeito disse que foi eleito pelas propostas, não pela tradição política. "Foquei em programas e a população compreendeu e votou", disse o tucano, lembrando de sua vitória em primeiro turno na disputa pela prefeitura de São Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos