Papa encontra Lucas e leva ao altar pastores de Fátima

Lisboa

Os pastorinhos Jacinta e Francisco Marto viraram santos no sábado, 13, quando o papa Francisco leu a fórmula de canonização no início de missa campal na praça do Santuário de Fátima, na comemoração do centenário das aparições de Nossa Senhora do Rosário, em 13 de maio de 1917.

Mais de 400 mil peregrinos, que acompanharam a cerimônia de três horas de duração em piedoso silêncio, aplaudiram, levantando lenços e bandeiras, sob sol quente e céu nublado. Eles vieram de 55 países e 45 mil caminharam a pé em uma peregrinação de vários dias. O bispo de Leiria e Fátima, d. Antônio Marto, parente de Jacinta e Francisco e de sua prima Lúcia, a terceira vidente, leu uma breve biografia dos pastorinhos e pediu que fossem canonizados, tudo dentro do ritual da Congregação para as Causas dos Santos.

Na homilia, o papa Francisco disse que "Fátima é um manto de luz que se abre, quando nos refugiamos sob a proteção da Virgem Mãe". Agradeceu a Deus as graças concedidas por intercessão de Maria nesses cem anos e rezou pelos pobres e necessitados do mundo todo, pedindo para que, com um novo rosto, a Igreja seja acolhedora e missionária, principalmente para os desamparados. A homilia, lida em português, durou 15 minutos.

Brasileiro. O menino brasileiro Lucas, de 9 anos, subiu ao altar de Fátima na hora do ofertório para se apresentar ao papa como beneficiário do milagre aprovado para a canonização dos pastorinhos. A televisão que transmitia a cerimônia mal mostrou o seu rosto. Lucas estava acompanhado pelos pais, João Batista e Lucila, por sua irmã Eduarda e pela postuladora da causa de canonização, Angela Coelho.

Um narrador informou que ele foi curado em poucos dias, após ter caído de uma altura de quase 7 metros em Juranda, a 69 km de Campo Mourão, no Paraná, em 3 de março de 2013. Entrou em coma e perdeu parte da massa cefálica. Os médicos disseram que ele tinha mínimas chances de sobrevivência. Saiu curado da UTI e sem sequelas, depois de os pais terem rezado aos pastorinhos.

Agradecimento. Durante a missa, o papa Francisco agradeceu a todos os fiéis por o acompanharem, referindo-se, supostamente, à sua missão na Igreja. O bispo de Leiria e Fátima reafirmou o apoio do episcopado e dos católicos de Portugal, ao agradecer a canonização dos pastorinhos. A imagem original de Nossa Senhora de Fátima, que ficou exposta em um andor ao lado do altar, durante a missa, foi levada de volta à Capelinha das Aparições, sob aplausos da multidão.

O papa deixou a praça no papamóvel e em seguida almoçou com os bispos portugueses. No meio da tarde, embarcou em um jato da TAP, na base aérea de Monte Real, de volta a Roma. (José Maria Mayrink, enviado especial)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos