Rapaz confessa estupro da cunhada e se mata em seguida, diz polícia

José Maria Tomazela

Sorocaba

Suspeito de estrangular a cunhada de 17 anos e jogar o corpo no Rio Tietê, o jovem João Felipe Oliveira de Moura, de 20 anos, foi preso na madrugada deste domingo, 14, em Itu, interior de São Paulo.

Segundo a Polícia Civil, ele confessou o crime e em seguida se suicidou no plantão da Delegacia Central de Itu. O caso está sendo investigado. O corpo da jovem assassinada, Letícia Ferreira, continuava sendo procurado pelo Corpo de Bombeiros no início da tarde de domingo.

Conforme a Polícia Militar, a família de Letícia entrou em contato com a corporação para denunciar o desaparecimento da garota. Testemunhas teriam visto a adolescente entrar no automóvel do cunhado. O rapaz foi procurado em casa, no bairro Potiguara, e negou ter visto a jovem, mas aparentava nervosismo. Em buscas no veículo, policiais encontraram mancha de sangue no lado do passageiro e uma marca de sapato no painel, além de outras evidências de ter havido luta no interior do carro --segundo informações da polícia.

Segundo versão da polícia, o rapaz acabou confessando que havia tentado estuprar a jovem e, diante da resistência, acabou matando-a por estrangulamento. Em seguida, ele dirigiu o carro até uma ponte, conhecida como Ponte Nova, e lançou o corpo no Rio Tietê. Antes de se matar, ele havia sido indiciado por tentativa de estupro e feminicídio.

A Polícia Civil não deu detalhes das circunstâncias em que aconteceu o suposto suicídio, alegando que o caso ainda estava sendo apurado. O corpo do rapaz foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) e não tinha sido liberado até o início da tarde.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos