Sistema Cantareira manteve-se em 65,7% neste domingo

Francisco Carlos de Assis

São Paulo

O volume de água nas represas que formam o Sistema Cantareira manteve-se em 65,7% de toda a capacidade dos reservatórios na passagem de sábado para hoje, segundo informações da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

A companhia voltará, a partir de amanhã, segunda-feira, 15, a adotar o índice único de armazenamento de água, abandonando, portanto, a medição que inclui as reservas técnicas, também chamadas de volume morto. A inclusão das reservas técnicas nas contas ocorreu durante o auge da crise hídrica em 2015.

Hoje, pelo índice 1, que considera o volume armazenado sobre o volume útil, o nível de água do Sistema Cantareira está em 94,9% de sua capacidade. Pelo índice 2, volume de armazenamento sobre volume total, a quantidade de água disponível é de 73,4% da capacidade dos reservatórios. O Cantareira atende 5,7 milhões de pessoas em toda a Região Metropolitana de São Paulo.

O volume também ficou estável em 57% da capacidade de armazenamento no reservatório do Alto Tietê. Tanto no Cantareira quanto no Alto Tietê, não choveu de ontem para hoje. Já na Guarapiranga, o volume de água subiu de 79,1% da capacidade da represa no sábado para 79,4% hoje. No local foi registrada a ocorrência de 0,2 milímetro de chuva de ontem para hoje.

No alto Cotia houve redução de 0,02 ponto porcentual no volume de água, de 100% da capacidade do reservatório ontem para 99,8% hoje, apesar da chuva no local. Também foi registrado diminuição do volume de água armazenada no Sistema Rio Grande, de 91,1% ontem para 90,8% hoje, mesmo com 0,2 milímetro de chuva no dia. No Sistema Rio Claro, o índice de armazenamento manteve-se em 100%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos