Mario Covas Neto pede que Aécio deixe presidência nacional do PSDB

João Paulo Nucci

São Paulo, 18 (AE)

O vereador em São Paulo Mario Covas Neto (PSDB) pediu, em vídeo publicado nas redes sociais na noite desta quarta-feira, 17, que o senador Aécio Neves (MG) deixe a presidência nacional do PSDB. "O senhor hoje não tem mais condições de presidir o partido", afirmou Covas Neto. "Não dá para alguém que foi acusado de uma série de coisas ficar à frente de um partido que foi criado sob a égide da ética, da correção e da boa gestão pública."

Segundo divulgou o jornal O Globo nesta quarta-feira, Aécio foi gravado pedindo R$ 2 milhões para o empresário Joesley Batista, da JBS, para supostamente pagar advogados. O senador nega as acusações.

Covas Neto afirmou ainda que as acusações contra Aécio "mancham todos os demais componentes do partido". "Vá para casa, prepare sua defesa e depois, o senhor inocentado, será recebido de braços abertos." O vereador é filho de Mario Covas (1930-2001) e preside o diretório municipal do PSDB em São Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos