Nossos ministros continuam trabalhando no governo, diz líder do PSDB no Senado

Isabela Bonfim e Julia Lindner

Brasília

O líder do PSDB no Senado, Paulo Bauer (SC), afirmou que os tucanos que integram o governo Temer vão continuar trabalhando como ministros. Ele minimizou a crise institucional e defendeu que o PSDB continua alinhado com Temer ao anunciar que o novo presidente do partido, senador Tasso Jereissati (CE), irá se encontrar com o peemedebista nesta noite.

"O PSDB não tem o costume de abandonar o barco apenas por notícias ruins. Nossos ministros continuam trabalhando no governo. Não tomaremos qualquer decisão sobre a permanência ou saída dos ministros antes de permitir a defesa e os esclarecimentos do presidente Michel Temer", afirmou.

No início da tarde, sinalizações de que os ministros Bruno Araújo (Cidades) e Aloysio Nunes (Relações Exteriores) poderiam deixar os cargos foram ventiladas no Congresso.

Novo presidente

O senador também confirmou a saída de Aécio Neves (PSDB-MG) da presidência do partido. A decisão havia sido anunciada oficialmente por meio de nota pouco antes da entrevista coletiva de Paulo Bauer. Ele confirmou que Tasso Jereissati será presidente interino da legenda, embora não haja qualquer previsão para o prazo de licença de Aécio. Segundo Bauer, Tasso se reunirá nesta noite com o presidente Michel Temer.

Renúncia

Bauer minimizou a decisão de Temer de continuar no governo. "Renúncia é uma questão de foro íntimo, só Temer tem o conhecimento sobre essas denúncias e a segurança necessária para tomar essa decisão. Já imaginou se fôssemos renunciar por qualquer notícia?"

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos