Presidente do Conselho de Ética vai esperar detalhes de processo contra Aécio

Isabela Bonfim

Brasília

O presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA), afirmou que vai aguardar o protocolo de pedido de cassação para se manifestar sobre o caso do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

"Não estou sabendo de nada oficialmente. Como de praxe, vou aguardar que cheguem os documentos para poder tomar uma posição sobre o caso", afirmou. Como o presidente do Conselho de Ética é responsável por acatar ou rejeitar em primeira instância denúncias contra os senadores, ele preferiu não dar opinião no caso.

O pedido de cassação de mandato do senador Aécio Neves será feito pela Rede Sustentabilidade na tarde desta quinta-feira, 18, conforme informações da assessoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

A representação tem por base as recentes revelações da delação do dono do frigorífico da JBS, Joesley Batista, que entregou à Polícia Federal áudio em que o senador Aécio pede R$ 2 milhões de propina.

O delator aponta ainda que a propina teria sido repassada para o senador Zezé Perrella (PMDB-MG). A Rede estuda entrar com representação também contra Perrella.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos