STF também autorizou mandados de prisão contra Cunha e Funaro

Andreza Matais

São Paulo

O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a prisão do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e do operador financeiro Lucio Bolonha Funaro na Operação Patmos, deflagrada nesta quinta-feira, 18, em decorrência de fatos revelados na delação do empresário Joesley Batista, segundo antecipou a antecipou a Coluna do Estadão.

Os dois já estão presos por outros crimes. Na prática, os mandados expedidos nesta Quinta-feira pelo Supremo significam que, se conseguirem habeas corpus para serem soltos pelos crimes que motivaram suas atuais prisões, ambos permanecerão encarcerados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos