Estudante agredido por PM em Goiânia recebe alta

Renata Okumura

São Paulo

O estudante Mateus Ferreira da Silva, de 33 anos, agredido por um policial militar durante manifestação em 28 de abril, recebeu alta médica neste sábado (20). Ele voltou a ser internado na última quinta-feira (18), para a realização da segunda cirurgia.

Em nota, o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) informa que o jovem voltou a ser internado para reparação de falha óssea frontal, localizada na região acima da sobrancelha. "Paciente estava internado em um leito de enfermaria do Hugo com dieta livre - via oral, orientado, consciente e respirando de forma espontânea. Ele está em boas condições clínicas e teve alta médica neste sábado", ressaltou a nota.

O estudante de Ciências Sociais havia recebido alta da unidade no dia 11 deste mês, mas precisou retornar a unidade para a segunda cirurgia. Um terceiro procedimento deverá acontecer, em breve.

Agredido pelo capitão da Polícia Militar de Goiás Augusto Sampaio de Oliveira Neto, o rapaz passou 11 dias na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) após ser submetidos a cirurgias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos