Ministro de Temer recebeu R$ 6 milhões em propina, diz Joesley

Valmar Hupsel Filho

São Paulo

  • Washington Costa/Mdic

    23.jun.2016 - O ministro Marcos Pereira comanda reunião em Brasília

    23.jun.2016 - O ministro Marcos Pereira comanda reunião em Brasília

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira (PRB), teria recebido R$ 6 milhões em troca da aprovação de um empréstimo de R$ 2,7 bilhões da Caixa Econômica Federal. A denúncia foi feita pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS, em depoimento de delação premiada.

O termo de colaboração entre Joesley e o Ministério Público Federal (MPF) descreve que a negociação teria sido mediada pelo vice-presidente da Caixa, Antônio Carlos Ferreira, que dependeria da transferência dos valores para permanecer no cargo, já que deveria atender a "certos pedidos feitos por quem lhe indicou".

Segundo a delação divulgada pelo MPF, Joesley disse ainda que Pereira, que também é presidente nacional do PRB, o procurou pessoalmente no início de 2016 para acertarem o pagamento da propina em parcelas de R$ 500 mil. Até o momento da delação, já haviam sido quitados R$ 4,2 milhões, segundo o empresário.

Pereira rebateu as acusações. O ministro disse que as afirmações de Joesley "não são verdadeiras" e se "colocou à disposição" das autoridades para prestar esclarecimentos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos