Automóvel também emite gases que prejudicam saúde

Giovana Girardi

São Paulo

O peso dos carros na poluição da cidade também ganha destaque quando se analisam os gases com potencial de causar danos à saúde, como o material particulado (MP) e os chamados hidrocarbonetos não metanos (NMHC), ambos relacionados a problemas respiratórios.

De acordo com o Inventário de Emissões Atmosféricas do Transporte Rodoviário de Passageiros no Município de São Paulo, dependendo do horário de circulação, os carros chegam a responder por mais de 80% das emissões de MP. Para este poluente, o município tem sistematicamente ultrapassado padrões de qualidade do ar. Em relação ao NMHC, os carros chegam a ser responsáveis por 87% das emissões nos horários mais críticos de trânsito.

Os ônibus só lideram as emissões de óxidos de nitrogênio (79%), ligados à queima do diesel. Os NOx são precursores, ao lado do NMHC, de ozônio, também prejudicial à saúde. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos