Militantes do PT fazem desagravo a Dirceu em congresso do partido

Vera Rosa, Ricardo Galhardo e Renan Truffi

São Paulo

Na abertura do 6.º Congresso do PT, militantes do partido fizeram uma espécie de desagravo ao ex-ministro da Casa Civil José Dirceu. "Dirceu, guerreiro, do povo brasileiro", gritavam eles. Ex-presidente do PT de 1995 a 2002, Dirceu foi condenado a 32 anos e um mês de prisão, em duas ações penais, mas foi solto no mês passado por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

Embora ausente da cerimônia, ele foi muito lembrado no encontro petista. Além da defesa de Dirceu, as torcidas de Lindbergh Farias (PT-RJ) e Gleisi Hoffmann (PT-PR) gritavam palavras de ordem. Os dois senadores disputam a presidência do PT. "Retira, retira", entoavam os defensores de Gleisi, líder do partido no Senado, pedindo para Lindbergh retirar a candidatura. "É socialista, é radical, é Lindbergh presidente nacional", respondiam seus aliados. O grupo de Gleisi contra-atacava: "No meu partido, eu boto fé. Ele será presidido por mulher."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos