Polícia Civil de SP prende suspeitos de roubar relógios de luxo em Florianópolis

Marco Antônio Carvalho

São Paulo

Agentes do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), da Polícia Civil paulista, realizaram na manhã desta sexta-feira, 2, uma ação em Santa Catarina que resultou nas prisões de quatro homens suspeitos de envolvimento em roubos de relógios de luxo. A quadrilha teria agido recentemente na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis, além de atuação em crimes no Rio. Relógios, duas motos, um carro e uma arma de fogo foram apreendidos.

A investigação foi liderada pela 2º Delegacia de Investigações sobre Crime de Intervenção Estratégica, do Deic, e teve apoio da polícia catarinense. Em março, a mesma delegacia já havia conseguido prender três integrantes do bando e outro acabou morto em confronto com os agentes.

"Continuamos apurando os crimes da quadrilha. As informações apontaram roubos no Rio de Janeiro e, recentemente, em Florianópolis", disse o delegado Ítalo Zaccaro Neto, titular da delegacia. Segundo ele, os levantamentos permitiram identificar a célula interestadual do bando, o que fez com que quatro investigadores fossem a Santa Catarina realizar as prisões de: Itamar Moraes da Silva Júnior, de 39 anos, Willian da Silva, de 28, André Moser Pina, de 26, e Elionaldo Henrique da Silva, de 18.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos